Sem Comentários

Localizado na cidade de Haia, o Louwman Museum é um lugar fascinante! E não é só pela sua arquitetura elegante e grandiosa. O museu abriga a maior coleção particular de carros antigos do mundo.

Considerada pelos especialistas no assunto uma das mais belas que existem, a exposição de mais de 250 carros é certamente é um convite irresistível para uma visita.

Louwman Museum: a maior coleção particular do mundo

A vasta coleção teve o pontapé inicial em 1934 com a compra de um Dodge, então com 20 anos, feita por Pieter Louwman. Na época, ele era dono da importadora holandesa das marcas Dodge e Chrysler.

De lá pra cá, o acervo só cresceu. Hoje, pertence a Evert Louwman, filho do idealizador da coleção e dono da importadora holandesa das marcas Lexus, Toyota e Suzuki. Duas gerações dedicadas aos carros, antigos e modernos.

Desde 2010, a coleção encontra-se no belíssimo prédio que foi projetado pelo arquiteto americano Michael Graves e que abriga os mais de 250 carros, distribuídos em três andares.

São mais de 10.000m2 de puro requinte e sofisticação.

O lindo saguão do museu dá as boas-vindas aos visitantes.

Além dos veículos, motos, triciclos e afins há, também, uma belíssima coleção de pinturas e desenhos sobre o tema elaborados pelo artista Frederick Gordon Crosby.

Louwman Museum e suas raridades

Entre as inúmeras preciosidades (especialmente para leigos, como eu) estão o Cadillac que pertenceu a Elvis Presley:

Os carros usados no filme Godfather (O Poderoso Chefão):

O Aston Martin DB5 usado por James Bond no filme Goldfinger:

E o Humber Pullman que pertenceu a Sir Winston Churchill:

 
Há muito mais para ser visto. O museu é enorme e cheio de veículos maravilhosos. O meu filho ficou alucinado por um Sedan que já trazia uma Harley Davidson no porta-malas. Sensacional!
Eu fiquei encantada com tudo. Não só com os carros, mas com a estrutura do local e o estado de conservação de cada veículo. Mesmo alguns dos mais antigos, estavam impecáveis.
O museu é realmente impressionante!

Como chegar ao Louwman Museum?

Usando transporte público

O Louwman Museum está localizado na Leidsestraaweg, 57. Esta avenida liga Haia a Wassenaar e é muito fácil de acessar. Para chegar de transporte público, como foi meu caso nesta última visita, é super descomplicado.

Da estação Den Haag Centraal (a principal estação de trens de Haia), pegue o ônibus de número 90, 385 ou 386 na plataforma K. Todas as plataformas de embarque de ônibus ficam na parte superior da estação.

Você vai saltar na parada Louwman Museum e andar cerca de 150 metros até o portão principal. Não tem como errar! O ponto de ônibus é praticamente em frente à entrada do museu.

De carro

Se você for de carro, há estacionamento coberto. O preço é único, independente do período utilizado – e o pagamento é feito no mesmo balcão onde você compra ou valida o seu ingresso.

A pé

Se você optar por uma caminhada, vai fazer um lindo passeio pelo Haagse Bos, um bosque bem no meio do caminho. Não é uma distância muito pequena, contudo. São quase 3 quilômetros de caminhada. Ainda assim, é um passeio agradável. Eu e meu filho voltamos andando após a visita. E apesar do frio que fazia, foi gostoso caminhar até a estação.

Quando visitar o Louwman Museum?

O museu funciona de 3ª a sábado, sempre de 10:00 às 17:00. Os ingressos podem ser adquiridos previamente no site do museu ou comprados no local. Confira os preços (valores de 2018):

Adultos – €15,00

Jovens de 13 a 18 anos – €7,50

Crianças de 5 a 12 anos – €5,00

Crianças abaixo de 5 anos – grátis

Pessoas com Museumkaart – grátis

O que esperar da visita ao Louwman Museum?

A primeira vez que visitei o museu (em 2015), tinha um objetivo em mente: conferir uma exposição temporária de uma carruagem, que levara 7 anos sendo restaurada.

Quem me conhece sabe a paixão que tenho pelo tema Castelos, realezas e afins. Pois bem, convidei meu marido e fomos lá conferir De Glazen Koets (A Carruagem de Vidros, em tradução livre) que pertencera a William I.

Se você ainda não conhece a tal carruagem, ela é a mais antiga do Reino dos Países Baixos e é usada somente em ocasiões muito especiais, como os casamentos das princesas Juliana e Beatrix (mãe do atual rei da Holanda).

Realmente, fui até lá por conta da tal carruagem, que por si só já valeria a visita. Confesso, porém que eu não imaginava que o Louwman Museum seria tão legal, tão grande e  tão surpreendente! Até para alguém que é mais chegada a um museu de bolsas… ou de sapatos (please, tem que existir !!!).

Tudo bem, três anos mais tarde, a carruagem não se encontra mais lá. Ainda assim, será uma visita bem interessante. Separe pelo menos duas horas do seu dia para percorrer os dois andares com calma.

A coleção

O Louwman Museum está todo dividido por períodos da História automobilística. Você terá a chance de ver a evolução desta indústria que hoje gera bilhões.

Aficionados por carros, certamente, vão ficar emocionados. Porém, mesmo quem não é tão fanático, não vai sair de lá indiferente.

Ainda que seja um museu de entrada livre, não há atividades para crianças. Nas duas ocasiões em que lá estive, vi pequenos acompanhando seus pais. Entretanto, depois de um certo tempo, eles começam a se entediar, pois não há interatividade alguma.

Acessibilidade

Como em quase todos os lugares públicos na Holanda, a acessibilidade está garantida. Os salões e corredores são amplos e o trânsito de cadeiras de rodas é totalmente viável.

Entretanto, o acesso para pessoas com mobilidade reduzida deve ser feito pela entrada principal. O estacionamento fica no subsolo e não dispõe de elevador para a parte interna do museu.

Facilidades

O Louwman Museum conta com lockers para pequenos volumes. É necessário usar uma moeda de €1,00 para trancá-los, mas a moeda é devolvida na abertura do mesmos.

Extras para curtir o Louwman Museum

Ao final da visita, não deixe de visitar a charmosa Museumplein (Praça do Museu). Lá você vai encontrar um charmoso bistrô, rodeado de lindas “lojinhas” antigas, que estão lá só de enfeite. Mas que são um encanto!

Cada vitrine abriga um mini museu sobre o tema em questão. Há uma farmácia, uma barbearia e muitas outras preciosidades. Vale a pena conferir!

Como prolongar a experiência da visita ao Louwman Museum?

Aproveite a volta para o centro da cidade para desfrutar um pouco do verde em meio à uma grande cidade e caminhe pelo bosque que liga o museu ao centro de Haia.

Ou então, aproveite o restante do seu dia para visitar as outras atrações imperdíveis que se encontram no centro da cidade, várias a uma curta distância uma da outra.

Confira algumas das opções existentes na cidade neste outro post do blog. Haia é linda e muito fácil de desfrutar por conta própria. Enjoy it!

 

A acomodação perfeita para a sua viagem, você encontra aqui:

Compre seus ingressos em Português e sem complicação!

Categorias: Holanda

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: