4 Comentários

Independentemente da sua religião – ou ainda que você não tenha fé alguma – visitar as igrejas, basílicas e catedrais da Espanha vai ser uma experiência inesquecível. Conheça esses verdadeiros tesouros da Humanidade que não podem ficar de fora do seu roteiro de viagem!

O segmento religioso é um dos mais antigos de que se tem registro na História do Turismo. Ele existe desde que não havia nem indícios de que um dia a humanidade se organizaria para catalogar esta modalidade de viagem!

Estudos apontam que os egípcios já faziam viagens religiosas para visitar as pirâmides e para participar de festas religiosas desde o ano de 3.500 a.C.

Já naquela época, eles viajavam pelo rio Nilo em embarcações equipadas com cabines confortáveis. Olha aí a sementinha para o sucesso que virariam os navios de cruzeiro!

Ao longo dos séculos, inúmeras rotas e caminhos foram ganhando notoriedade e atraindo fiéis de todas as religiões.

Um dos mais famosos, sem dúvida alguma, é o Caminho de Santiago, uma peregrinação de mais de 800 quilômetros que leva à incrível Catedral onde se encontra a cripta do apóstolo Tiago.

Contudo, tendo uma motivação religiosa ou não para visitar estes lugares, é importante ressaltar que dos dez monumentos mais visitados da Espanha, sete são templos católicos.

Além disso, sendo a Espanha um país constituído por cristãos, em que mais de 52% da população se declara católica, o que não vai faltar é uma igreja linda para você visitar!

E se você não se interessar pela parte religiosa, há muitos outros aspectos para se deslumbrar.

Afinal, a Arte, a História, a Cultura e a Arquitetura são alguns dos elementos que você vai poder explorar nestes lugares de fé que se tornaram verdadeiras atrações turísticas.

Ao longo do post, vou enumerar 10 igrejas da Espanha que eu já tive a oportunidade de conhecer. Usarei essa denominação comum, embora eu saiba que existam diferenças de ordem técnica para defini-las.

 

As mais famosas igrejas da Espanha

 

Se eu fosse seguir uma lista padrão das 10 igrejas mais famosas da Espanha, estas seriam as que não poderiam faltar:

  1. Basílica da Sagrada Familia
  2. Catedral de Santiago de Compostela
  3. Catedral de Sevilha
  4. Catedral de Palma de Maiorca
  5. Catedral de Burgos
  6. Basílica de San Francisco el Grande
  7. Basílica de Nossa Senhora do Pilar
  8. Mesquita Catedral de Córdoba
  9. Catedral de Segóvia
  10. Catedral de Toledo

 

 

Entretanto, não vou seguir esta lista. Primeiro, porque algumas destas igrejas ainda estão na minha lista de desejos.

Segundo, porque acho que estas listas variam muito de acordo com as fontes citadas.

E, finalmente, porque dentre as mais de 22 mil igrejas espalhadas pela Espanha, seja qual for o tamanho ou a importância, eu tenho certeza de que cometeria alguma injustiça.

De modo que listarei algumas que já tive a alegria de conhecer e compartilharei um breve relato da minha vivência em cada uma delas.

 

Basílica da Sagrada Familia

 

Temple Expiatori de La Sagrada Familia ou, simplesmente, a Sagrada Família como é comumente conhecida, é na minha opinião não só a igreja mais linda da Espanha, como uma das mais incríveis igrejas do mundo!

Símbolo máximo de Barcelona , essa obra de arquitetura modernista criada por Gaudí está em construção há mais de 100 anos e só tem previsão de término para 2026!

 

 

Eu visito Barcelona desde 2010, ano em que a Basílica da Sagrada Família foi considerada Patrimônio Mundial da UNESCO.

Cada vez que vou até lá vejo algum detalhe, um elemento, uma mudança que me surpreende. Seu interior nunca deixa de me encantar. Ela é tão especial que merece um post exclusivo!

E, assim, como eu, milhões de turistas esperam conferi-la. Então, se você for a Barcelona, garanta seu ingresso antecipadamente, com hora marcada e sem fila para não correr o risco de não conseguir visitá-la.

Você pode conhecer seu interior usando o sistema de áudio-guide (inclusive, em Português). Mas, a experiência mais rica e completa é, sem dúvida, uma visita guiada.

E se você tiver tempo sobrando, aproveite para fazer um Free Walking Tour pelo Exterior da Sagrada Família e se surpreenda com os detalhes da fachada e as técnicas usadas pelo gênio Gaudí para a composição de sua obra-prima.

 

Catedral de Santiago de Compostela

 

A Catedral de Santiago de Compostela é, sem dúvida, uma das igrejas mais deslumbrantes da Espanha e de uma importância imensurável para católicos, que desde o século IX chegam a Santiago de Compostela para venerar as relíquias do apóstolo Santiago Maior, cujo suposto sepulcro se encontra no interior da catedral.

Todos os anos, milhares de peregrinos percorrem parte ou a totalidade do famoso Caminho, que possui variações a depender do ponto de partida.

 

 

Ao todo, são sete rotas históricas Eu tive a oportunidade de percorrer os últimos 250 quilômetros do Caminho Francês.

E é indescritível a emoção que se tem ao contemplar a fachada da catedral, depois de vencer as dificuldades de percorrer o Caminho.

Nunca vou saber se minha predileção por esta igreja espanhola é baseada na beleza ou na lembrança que ficou daquele momento. Mas o fato é que a Catedral de Santiago de Compostela tem um lugar cativo no meu coração!

 

 

Catedral de Astorga

 

Outra igreja que talvez eu nunca tivesse a oportunidade de conhecer não fosse o Caminho de Santiago de Compostela, é a bela Catedral de Santa Maria de Astorga.

Entretanto, ela é uma das igrejas mais antigas da Espanha e cuja documentação data desde o séc. III. com o título de apostólica, ainda que ao longo dos séculos ela tenha sofrido modificações arquitetônicas.

O edifício gótico que se mantém até hoje começou a ser construído em 1471 e só foi totalmente concluído no século XVIII.

 

Basílica de San Francisco el Grande

 

A Basílica de San Francisco el Grande não é nem tão antiga e nem uma das mais bonitas da Espanha, para ser bem sincerona.

Entretanto, ela está localizada em uma região bem central e de fácil acesso em Madri , de modo que é um desperdício não incluí-la em seu roteiro de viagem.

Além disso, a entrada é gratuita. Então, acaba sendo uma oportunidade de conhecer a História e a cultura espanholas sem precisar gastar em Euros.

A Basílica de San Francisco el Grande – obra neoclássica da segunda metade do século XVIII –  foi construída sobre um antigo convento e, segundo uma lenda, fundado pelo próprio São Francisco de Assis no século XIII.

 

Catedral de Toledo

 

A Catedral de Toledo eu resolvi incluir nesta lista porque uma excursão de um dia de Madri a Toledo é um passeio de bate e volta ideal se você quer conhecer uma cidade menor e sem o agito e a lotação de Madri.

Toledo em si é uma gracinha, tem um centro histórico super compacto e que pode ser visitado em um Walking Tour de três horas de duração.

Inclusive, eu escrevi um post sobre esta experiência e ele é um dos mais lidos aqui do blog!

Mas, voltando ao tema deste post, a Catedral de Toledo, na minha opinião, é uma das igrejas mais impressionantes da Espanha.

Construída entre 1226 e 1493, ela mescla elementos góticos com o estilo mudéjar (uma combinação de estilos ibérico e muçulmano de arquitetura).

Eu visitei Toledo durante uma road trip entre Madri e a Andaluzia e esta parada foi uma das mais lindas do caminho.

 

Catedral de Palma de Maiorca

 

A Catedral de Palma de Maiorca é uma das mais lindas e imponentes igrejas góticas não só da Espanha, mas de toda a Europa.

Sua construção, iniciada em 1229 só foi concluída em 1601. Contudo, o resultado valeu a pena, pois ela pode ser vista de muitos pontos da cidade.

Visitar a Catedral de Palma de Maiorca é um programa imperdível se você vai visitar esta linda espanhola.

Não só ela está localizada no topo da antiga cidadela da cidade romana, como tem uma vista para o Parc de La Mar e o Mar Mediterrâneo.

 

 

Catedral de Valência

 

A Catedral de Valência é uma bela construção, que teve início no ano de 1262 e que reúne vários estilos, pois foi concluída apenas no século XVII.

Então, prepare–se para conferir elementos que vão do barroco ao neoclássico, apesar de seu estilo ser predominantemente gótico.

 

 

Um fato muito interessante, também, é que no interior desta igreja encontra-se a Capela do Santo Cálice.

Dentre as relíquias desta capela, está um cálice do século I d.C. que, segundo a tradição, foi o que Jesus usou para instituir a Eucaristia.

Aliás, Valência é um destino surpreendente, que mistura tradição e modernidade. Terceira maior cidade da Espanha, ela vale um Roteiro de 3 dias e eu tenho outro post aqui no blog contando tudo sobre a experiência!

 

Catedral de Barcelona

 

A Catedral de Barcelona talvez seja um caso atípico de a igreja principal de dada diocese “perder” em popularidade para uma outra na mesma cidade.

Vamos pensar juntos: você viaja para Florença ou Milão e não tem como negar que a igreja mais visitada das duas cidades é a Catedral.

Entretanto, em se tratando de Barcelona, este título é da Sagrada Família, que de tão visitada, virou o cartão-postal da capital catalunha!

Bem, mas popularidades à parte, a Catedral da Santa Cruz e Santa Eulália, fundada em 1298, é um edifício belíssimo e que merece uma visita.

Principalmente por não precisar pagar ingresso, como acontece na famosíssima obra de Antoni Gaudí.

 

Basílica de Santa Maria del Mar

 

Esta igreja de estilo gótico situada no  bairro da Ribera em Barcelona talvez não chame tanto a sua atenção.

Afinal, sua fachada – um tanto quanto modesta – não faz jus ao que se encontra em seu interior.

Entretanto, ela é considerada a catedral do povo do mar, pois foram os fiéis da zona portuária e do bairro da Ribera que, no século XIV financiaram a sua construção.

Eu resolvi incluí-la nesta lista porque na história da minha vida, ela está no topo das igrejas mais importantes da Espanha.

No ano de 2016, eu e meu marido havíamos planejado um cruzeiro com nossos filhos saindo de Barcelona para comemorar as nossas Bodas de Prata.

 

 

Pedi a uma amiga que havia morado na cidade para me sugerir uma igreja onde pudéssemos assistir à missa e, assim, comemorar essa data tão especial.

Ela nos sugeriu a Basílica de Santa Maria del Mar. Passou, também, o  horário da missa para aquele dia e pediu que chegássemos um pouco antes, pois o padre abençoaria nossas alianças.

Qual não foi a nossa surpresa ao chegar lá e ter uma missa toda preparada para a celebração dos nossos 25 anos de casados, com todos os rituais em Espanhol!

Cerimônia singela, mas de uma emoção indescritível e que guardarei para sempre em minha memória!

 

Turismo religioso

 

O segmento religioso fomenta a indústria do turismo no mundo inteiro.

Para você ter uma ideia, a estimativa é de que este setor turístico movimente 300 milhões de pessoas no mundo inteiro.

Além disso, este público costuma gastar nos destinos em média três vezes mais do que o turista de lazer.

Esses dados são muito significativos e importantes para o desenvolvimento da economia local.

A Espanha é, sem dúvida, um país de maioria católica, assim como outros países da Europa, como Itália e Portugal.

Contudo, outras religiões movimentam o turismo em diversas partes do mundo e ainda que você não tenha motivação religiosa alguma, visitar igrejas, basílicas, mosteiros, templos, mesquitas e tantos outros lugares de adoração religiosa é uma experiência muito enriquecedora.

Este post faz parte de uma blogagem coletiva, em que vários blogs de viagem participaram compartilhando seus conhecimentos de viagem.

Então, eu lhe convido a conhecer as experiências de turismo religioso destes blogs que acompanho e admiro:

No blog Olivia Garimpando Por Aí, você encontra um guia completo para visitar os templos na Tailândia.

Já no blog Uma Senhora Viagem, você confere 4 mesquitas incríveis que você precisa conhecer!

E se você curte a bela Itália, eu tenho duas sugestões:

No blog Destinos por Onde Andei, você fica sabendo tudo sobre a Santissima Annunziata del Vastato em Gênova.

E no blog Turista Imperfeito você pega todos os detalhes para visitar as igrejas barrocas de Roma que abrigam as obras de Bernini.

Então, seja qualquer a sua religião, ou mesmo que você não siga nenhuma, eu lhe desejo luz e surpreendentes descobertas por estes através destes e de muitos outros exemplos de arquitetura, que são verdadeiros tesouros da Humanidade!

 

A acomodação perfeita para a sua viagem, você encontra aqui:

4 thoughts on “10 Lindas Igrejas da Espanha e Dicas Práticas para Visitá-las”

  1. Regina, ler seus posts é sempre muito bom pois é certeza de encontrar muitas informações em um texto muito bem escrito.
    Tenho muita vontade de fazer o Caminho de Santiago e imagino a emoção de chegar à cidade após uma longa e reflexiva caminhada.
    Adoro visitar templos religiosos e admirar sua história e seus detalhes arquitetônicos.
    Conheço 5 das igrejas citadas e fiquei encantada com as demais citadas por você. Deu saudade da Espanha. Excelente post. Beijocas

    1. Lilian, querida, muito obrigada por meigas suas palavras, que me motivam a escrever mais e melhor! O Caminho de Santiago é uma experiência única e que vale a pena ser vivida (pelo menos) uma vez na vida! Estou planejando uma nova ida à Espanha, para poder incluir ainda mais lindas igrejas nesta lista interminável. Fiquei curiosa para saber quais foram as que você visitou! Grande beijo!

  2. Adoro visitar igrejas durante as minhas viagens e a Espanha tem um acervo incrível realmente.
    Com certeza, as igrejas que você mencionou estão entre as mais bonitas da Europa.
    Obrigada por compartilhar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *