Sem Comentários

Localizado no melhor terroir do Vale dos Vinhedos, o Spa do Vinho oferece luxo, sofisticação e a hospedagem mais exclusiva da região.

Com sua arquitetura inspirada nas propriedades típicas da região da Toscana na Itália, o complexo do Spa do Vinho Autograph Collection impressiona pela beleza de sua construção e pelo cenário no qual está inserido, cercado de 18 hectares de vinhedos próprios.

 

 

Além disso, o Spa do Vinho foi o primeiro complexo enoturístico de padrão internacional do Brasil.

Também, o primeiro cinco estrelas da América Latina a ser chancelado um “hotel de assinatura”.

Indiscutivelmente, é um hotel de alto padrão e, de longe, a opção mais luxuosa de hospedagem em todo o Vale dos Vinhedos.

 

Fachada do Spa do Vinho autograph Collection no Vale dos Vinhedos.

 

As instalações do Spa do Vinho

 

Assim que você entra no Spa do Vinho já sente a opulência do lugar. O elegante lobby, mobiliado com objetos cuidadosamente selecionados por historiadores e antiquaristas, emana aconchego e sofisticação.

Você aguarda para fazer o seu check-in confortavelmente instalado em uma poltrona. Enquanto isso, você degusta a sua primeira taça de espumante e se delicia com a vista do hotel. Uma enorme sensação de bem-estar e acolhimento já toma conta de você.

 

Recepção do Spa do Vinho Autograph Collection.

 

Bem próxima ao lobby, encontra-se a adega do hotel, considerada a maior em todo o Brasil.

No andar térreo localizam-se, também, o requintado Leopoldina Restaurante e o descolado Bistrô Culinária de Terroir.

O Spa do Vinho conta, ainda, com o Grill Esplanada Gaúcha, onde é possível degustar uma autêntica parrilla argentina com vista panorâmica para os parreirais.

Além de um delicioso terraço, de onde se pode apreciar o belo pôr do sol do Vale dos Vinhedos.

 

 

 

As acomodações

 

Os 104 quartos e 24 suítes do Spa do Vinho estão distribuídos em 7 andares. Os tamanhos das acomodações variam entre 30, 60 ou 130 metros quadrados.

Entretanto, todas contam com um padrão mínimo de conforto: cama king size, frigobar, TV LCD e um sofá.

 

Acomodação dupla do Spa do Vinho Autograph Collection.

 

Vino Spa: centro de terapias e tratamentos corporais

 

Acredito que o grande diferencial do Spa do Vinho se dê por conta das múltiplas opções de tratamento oferecidas no Vino Spa.

São mais de 40 tipos de terapias, faciais e corporais, e que variam de acordo com a época do ano.

Os hóspedes que frequentam o espaço – denominados spazianos – podem optar por tratamentos vinoterápicos e massagens.

Este é um serviço que não está incluído na diária do hotel. E pode ser utilizado, inclusive, por não hóspedes mediante agendamento.

 

 

Gastronomia no Spa do Vinho

 

Cada espaço gastronômico do Spa do Vinho foi cuidadosamente planejado para proporcionar um tipo de experiência diferente. Contudo, todos seguem um alto padrão de qualidade e requinte.

O Restaurante Leopoldina está preparado para receber os hóspedes tanto no café da manhã quanto no jantar. E ali você encontrará opções da culinária internacional com um toque brasileiro.

Confesso que não consegui conferir as iguarias, pois eu teria que fazer reserva antecipada e eu não queria ficar presa a horários para as refeições. Entretanto, pude ver que o ambiente é muito lindo e refinado.

 

Leopoldina Restaurante no Spa do Vinho.

 

Eu jantei duas vezes no Bistrô Culinária de Terroir, pois não precisava de reserva antecipada.

Ali, o menu é mais simples e com uma comida mais caseira. Contudo, o ambiente é bem aconchegante, com vista para a lareira e com velinhas em cima das mesas.

 

Bistrô Culinária de Terroir no Spa do Vinho.

 

Para o Grill Esplanada Gaúcha também é necessário fazer reserva e ele fica aberto apenas para o jantar. Ele é reconhecido como o lugar perfeito para apreciar o pôr do sol.

 

O que fazer no Spa do Vinho?

 

É inegável que o grande diferencial do Spa do Vinho é a possibilidade de uma hospedagem relaxante, e por que não dizer, detox?

Mas, o Spa do Vinho também é uma excelente alternativa para quem quer desfrutar das vinícolas da região.

Sua localização é estratégica e privilegiada: bem na frente da Vinícola Miolo. Além disso, ele fica a uma curta distância de carro de várias outras vinícolas, o que facilita muito o deslocamento de quem vai à região com o intuito de maratonar pelo universo do vinho.

 

 

Entre as vinícolas mais emblemáticas nas proximidades do Spa do Vinho destacam-se a Almaúnica, a Lidio Carraro e a Cave de Pedra.

Confesso que não tive a oportunidade de conferir os benefícios terapêuticos do hotel. Por outro lado, o potencial enoturístico da região eu explorei muito bem… hehehe!

 

Vale a pena se hospedar no Spa do Vinho?

 

A escolha de um hotel é uma questão muito particular e a opinião sobre a experiência vai depender enormemente das expectativas e dos referenciais de cada um.

Eu sempre leio as reviews dos outros hóspedes para escolher uma acomodação. Porém, sei que no fim das contas, o meu veredito vai depender dos momentos vividos naquele lugar.

No caso do Spa do Vinho, eu tinha uma expectativa enorme, proporcional à minha vontade de vivenciar uma estadia romântica no hotel.

 

Fachada do Spa do Vinho autograph Collection no Vale dos Vinhedos.

 

Confesso, entretanto, que minha experiência ficou muito aquém do esperado.

Primeiro, porque acho que a relação custo/benefício é desproporcional. Paga-se uma tarifa muito alta para o que é, de fato, disponibilizado aos hóspedes.

Segundo, porque o único quesito cinco estrelas que pude aproveitar foi o café da manhã.

As refeições do bistrô até que tinham um valor razoável, mas para todo o restante, era preciso desembolsar uma boa grana. Os tratamentos vinoterápicos, por exemplo, eram bem salgados.

 

 

Pagamentos extras

 

A coisa que mais me chateou durante a minha hospedagem no Spa do Vinho foi descobrir que o uso da piscina coberta e aquecida só é permitido mediante o pagamento da taxa cobrada para uso do spa. E isto não fica claro no descritivo do hotel!

Então, se você vai maratonar o dia inteiro pelas vinícolas acaba sendo um valor impraticável.

Eu achei a cobrança absurda, pois tudo o que eu queria era poder usar a piscina por um curto período a fim de relaxar antes do jantar, por exemplo. De maneira que pagar por isso me pareceu injustificado.

Para aumentar minha frustração, a piscina ao ar livre, cujo uso estava incluído no custo das diárias, era feia, sem graça e com água gelada, incompatível com o clima da região.

 

 

Finalmente, minha acomodação era ampla, mas com uma mobília muito datada. Para a categoria do hotel, achei-a bem caída.

Costumo me hospedar em hotéis de várias categorias e sei avaliar quando algo é “vintage” e quando algo já está meio velho e surrado. Então, também me decepcionei neste quesito.

Portanto, eu não achei que valeu a pena me hospedar no Spa do Vinho. Pode ter sido azar, pode ter sido minha percepção, mas acho que não recebi algo condizente com o que paguei.

 

Tira-teima: uma nova chance para o Spa do Vinho

 

Eu tenho uma política aqui no blog de divulgar apenas produtos, serviços e lugares que já conferi e aprovei.

Talvez por isso, apesar de ter me hospedado no Spa do Vinho em 2018, somente agora esteja escrevendo sobre a minha experiência.

Afinal, quando fico descontente com algum serviço oferecido, gosto de pensar que pode ter sido um problema isolado. Ou, ainda, que eu não estivesse em um bom momento.

De modo que, no início deste mês, fiz uma nova visita à Vinícola Miolo e resolvi que poderia ser uma ótima ideia fazer um happy hour no terraço do vizinho ilustre.

 

 

Pois bem: eu e meu marido chegamos ao Spa do Vinho e, enquanto ele estacionava o carro, dirigi-me à recepção do hotel e perguntei se poderíamos tomar um vinho no terraço.

A funcionária me informou que, por se tratar de um sábado, o acesso para não hóspedes não estava permitido. E apesar de as áreas comuns do hotel estarem – aparentemente – vazias, entendi a política.

Pedi, então, para ela validar o cartão do estacionamento, uma vez que não permaneceríamos no hotel.

Para minha surpresa, ela me informou que teria que pagar o estacionamento. Do contrário, ela não poderia liberar a minha saída.

Achei a cobrança absurda, pois nosso tempo de permanência nas instalações do Spa do Vinho, não chegou a dez minutos. Ou seja, período de carência zero!

Resumindo a história, além de não conseguir amenizar a primeira impressão, uma segunda vez serviu para me mostrar que, definitivamente, o Spa do Vinho não é uma opção viável para mim.

Mas, de repente, você tem uma história completamente diversa com o hotel. E, se tiver, vou gostar que você a compartilhe conosco!

 

A acomodação perfeita para a sua viagem, você encontra aqui:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *