Sem Comentários

VIAGEM REALIZADA ANTES DO INÍCIO DA PANDEMIA DE CORONAVÍRUS.

Encontrar o que fazer em Vassouras é uma tarefa bem fácil. Afinal, a cidade mantém a beleza das construções e fazendas históricas dos áureos tempos do Brasil Imperial e a serenidade de um pequeno município do Vale do Paraíba fluminense.

Eu já imaginava que um final de semana seria pouco para desfrutar de todas as possibilidades turísticas que a pequena e pacata cidade oferece.

Afinal, Vassouras é conhecida como a Cidade dos Barões. É famosa, também, pelo rico legado histórico e cultural deixado pelos fazendeiros de café do século XIX.

O que fazer em Vassouras: câmara municipal

Além disso, em tempos mais recentes, outras atrações foram incorporadas, ampliando ainda mais as possibilidades de Turismo.

Assim, nesta primeira visita, pude conferir alguns de seus atrativos mais emblemáticos. Contudo, espero poder voltar outras vezes para desfrutar de todo o potencial que a região tem a oferecer.

Seja em termos de História, Gastronomia, Turismo Cervejeiro ou tantas outras possibilidades para todos os gostos e idades, Vassouras é um destino bem interessante e facilmente acessado a partir do Rio de Janeiro .

Vassouras: um patrimônio tombado pelo IPHAN

O conjunto histórico, arquitetônico e paisagístico do centro de Vassouras rendeu-lhe o tombamento pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) em 1958.

O belíssimo centro histórico, com seus palacetes e casarios, é uma herança do período que ficou conhecido como “Ouro Verde”, época em que a região funcionou como grande produtora cafeeira e núcleo rural da aristocracia fluminense.

Desta época áurea, fazem parte grandes construções históricas, sendo muitas delas localizadas na Praça Barão de Campo Belo e em seu entorno.

O que fazer em Vassouras: Praça Barão de Campo Belo

Entretanto, o principal eixo histórico da cidade é a Rua Barão de Vassouras, que se inicia junto à Antiga Estação Ferroviária.

A partir dali, uma curta e agradável caminhada une os principais pontos de destaque da cidade.

Roteiro de 1 dia pelo centro histórico de Vassouras

É importante ressaltar que boa parte das atrações históricas de Vassouras encontra-se a uma pequena distância umas das outras.

De fato, a Antiga Estação Ferroviária e a Praça Barão de Campo Belo são separada por uma caminhada de cerca de 5 minutos.

Assim, conhecer o centro histórico de Vassouras em um dia – aproveitando com calma todos os seus atrativos – é totalmente viável.

Antiga Estação Ferroviária de Vassouras

Claro que você pode começar a explorar o centro histórico por onde você quiser. Contudo, eu acho que uma boa ideia é iniciar seu roteiro pela Antiga Estação Ferroviária, inaugurada em 1895, mas que adquiriu a configuração atual em 1914.

O que fazer em Vassouras: Antiga Estação Ferroviária

Isto porque é ali que se encontra o Centro de Atendimento ao Turista, onde você poderá adquirir, gratuitamente, um mapa para conhecer a cidade por conta própria.

Além disso, é bem ao lado da Antiga Estação Ferroviária que se encontra a histórica locomotiva a vapor, construída em 1889 nos Estados Unidos e que é perfeita para garantir lindas fotos da sua viagem.

O que fazer em Vassouras: locomotiva a vapor

Aproveite para conferir, também, o Memorial do Trem localizado no interior da Antiga Estação Ferroviária. Apesar de pequeno, seu acervo é muito interessante.

Praça Barão de Campo Belo e imediações

A bela praça, que é um marco do centro histórico de Vassouras, foi construída a pedido do Barão de Campo Belo no período de 1835 a 1857. Daí a origem de seu nome.

Tanto na praça quanto no seu entorno, concentram-se várias construções históricas. A Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição (datada de 1828) e o Chafariz Monumental (datado de 1846) são, certamente, seus grandes destaques.

O que fazer em Vassouras: Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição

O que fazer em Vassouras: Chafariz Monumental

O fato é que muito antes de avistar a Igreja Matriz e o Chafariz, você já se deslumbra com os suntuosos jardins, cujas palmeiras imperiais se sobressaem de longe. Os casarões ao redor da praça completam o belo cenário.

Bem pertinho da Praça Barão de Campo Belo, encontram-se o Paço Imperial, a Câmara Municipal e o Centro Cultural Cazuza, cuja coleção de objetos do artista pode ser conferida na casa onde a mãe dele, a Sra. Lucinha Araújo, nasceu.

Além de todas essas construções históricas, você ainda poderá conferir a Rua das Árvores Centenárias, localizada na parte de trás da Igreja Matriz.

Aproveite para conferir as frondosas figueiras centenárias que ainda se encontram por lá.

E, se você tiver a oportunidade, não deixe de fazer um tour guiado pelo centro histórico na alegre companhia da turismóloga Andréia Pit. Além do show de simpatia, ela sabe tuuudo da História de Vassouras!

Atrações do Vale do Paraíba fluminense

O município de Vassouras está localizado em uma região que oferece múltiplas possibilidades de Turismo.

Tanto em Vassouras quanto em municípios vizinhos, concentram-se antigas fazendas da época dos Barões do Café, que oferecem desde uma simples visitação até a deliciosa experiência de um Café Colonial.

Além disso, o maravilhoso Parque Ecológico Uaná Etê localiza-se a cerca de 20 minutos de carro do centro histórico de Vassouras.

Fazendas históricas, alambiques e cervejarias

Várias fazendas históricas fazem parte do circuito cultural de Vassouras. Sem dúvida que a visitação a cada uma delas deve ser extremamente interessante.

Infelizmente, durante a minha estadia em Vassouras, tive a oportunidade de conhecer apenas duas propriedades.

Uma delas na estrada entre Vassouras e o município de Barra do Piraí e a outra, já em Barra do Piraí.

Agora, se você decidir estabelecer Vassouras como base, poderá visitar várias fazendas históricas em passeios de bate e volta e aproveitar bem a sua estadia na região.

Isso porque as distâncias são relativamente pequenas e o acesso entre os municípios vizinhos é bem fácil.

De modo que qualquer deslocamento entre Vassouras e as fazendas da região é bem tranquilo e totalmente viável.

Fazenda União Carvalheira

A Fazenda União Carvalheira oferece vários atrativos para que pessoas de diferentes idades curtam um dia em contato com a natureza exuberante do Vale do Paraíba e ainda desfrute de boa gastronomia.

Na alegre companhia do Sr. Nelinho, proprietário da Fazenda União Carvalheira, eu e minhas amigas blogueiras Olívia e Daniela visitamos o complexo turístico.

Primeiramente, fizemos uma parada estratégica na lojinha de varejo, onde degustamos as cachaças com sabor de banana, de cravo e canela e a de café, esta última premiada em um concurso ocorrido em Belo Horizonte há alguns anos.

Além disso, fizemos uma visita ao alambique onde são produzidas as cachaças artesanais. Foi ali que o Sr. Nelinho nos explicou com muito humor e propriedade o porquê do sabor diferenciado de suas cachaças.

A qualidade de suas cachaças ganhou o mundo e hoje elas são vendidas, inclusive, em Haia, a cidade holandesa onde eu morei por alguns anos. Felizes coincidências da vida!

Finalmente, tivemos acesso à garagem onde o Sr. Nelinho guarda verdadeiras raridades, incluindo um Batmóvel.

Não, você não leu errado! Para amantes dos quadrinhos Marvel, a visita à Fazenda União Carvalheira tem um sabor todo especial.

Hotel Fazenda Ribeirão

Apesar de não ter me hospedado no Hotel Fazenda Ribeirão, estou certa de que a propriedade é uma excelente opção para quem vai passar alguns dias no Vale do Paraíba fluminense.

Localizado no município de Barra do Piraí, o hotel oferece muitas opções de lazer para todas as idades e é diversão garantida em uma viagem em família.

Especialmente se a ala adulta for fã de boa cerveja artesanal!

Durante o final de semana em Vassouras, fomos recebidas pelos proprietários Ernani e Andressa, que nos apresentaram as delícias gastronômicas (e etílicas!) do lugar.

Tivemos a chance de conferir o almoço servido no restaurante do complexo e composto por um farto buffet e muitas opções de churrasco.

Além disso, provamos os chopes artesanais da Cia. Etílica Ribeirão, a cervejaria localizada ali mesmo, na bela propriedade.

Após o almoço e as degustações, fomos conferir as instalações da cervejaria, onde são produzidas as cervejas servidas no hotel.

Andressa explicou-nos, com paixão e entusiasmo, o processo de produção utilizado por eles e que lhes rende, mensalmente, 400 litros de cerveja.

Aliás, apreciar a excelente cerveja produzida por eles é quase que uma exclusividade, já que 95% da produção é consumida ali mesmo, pelos hóspedes.

Jardim Ecológico Uaná Etê

Localizado no município de Engenheiro Paulo de Frontin, e a cerca de 15km do centro de Vassouras, o Jardim Ecológico Uaná Etê é, sem sobra de dúvida, um dos grandes atrativos da região do Vale do Paraíba fluminense.

O imenso jardim foi idealizado por Cristina Braga e Ricardo Medeiros, dois grandes nomes do cenário musical brasileiro, e oferece diversas experiências sensoriais aos visitantes.

Há várias instalações interativas espalhadas pelo Uaná Etê. Cada qual meticulosamente preparada para despertar os sentidos dos visitantes.

A ideia é que o lugar propicie uma atmosfera de amor: pela música, pela natureza e por todos que buscam o lugar para viver um dia de descobertas.

De modo que cada instalação visitada, despertará um sentido, uma reflexão, uma interação diferente. E acredite: você vai se surpreender com as belezas deste paraíso cultural a céu aberto.

O que fazer em Vassouras: Jardim Ecológico Uaná Etê

Eu fiquei maravilhada com lugar! Especialmente, porque tivemos a agradável companhia dos guias Anaterra e Marcos Paulo.

Mesmo com o tempo restrito que tínhamos para visitar o parque, eles fizeram o possível (e o impossível!) para nos mostrar as principais instalações.

Agora, honestamente, se você quiser apreciar o Uaná Etê com a paz e a tranquilidade que ele merece, reserve algumas horas para sua visita.

Afinal, entre seus quase 10km de caminhos entre idas e vindas, você poderá conferir 22 jardins, que incluem o Labirinto de Música, o Bosque dos Sinos, o Jardim dos Cristais, o Jardim da Sabedoria, entre outros.

Tudo isso num cenário idílico de 135 mil metros quadrados de terreno!

O que fazer em Vassouras: Jardim Ecológico Uaná Etê

Eventos culturais em Vassouras e região

Vassouras e região possuem uma intensa agenda cultural. Não é para menos: com tantas fazendas e com uma população jovem composta por alunos da Universidade de Vassouras, eventos não poderiam faltar!

Inclusive, o motivo da nossa ida à região foi, justamente, o III Festival de Cultura Cervejeira de Vassouras (o CerVas) que, infelizmente, acabou não acontecendo pois foi o primeiro fim de semana em que a iminência do Coronavírus começou a assolar o nosso país.

Contudo, além deste festival, a região conta ainda com o Festival Vale do Café e a Festa das Luzes.

O primeiro, um evento que acontece todos os anos desde 2003, sempre no mês de julho, e que se estende por vários municípios da região do Vale do Paraíba fluminense.

Durante o festival, espaços públicos – como a Praça Barão de Campo Belo – transformam-se em palcos para apresentações musicais.

O segundo, um evento com uma extensa programação musical – em um cenário de luzes e cores – promovido pelo Jardim Ecológico Uaná Etê e que acontece, geralmente, entre os meses de junho e julho.

Como chegar a Vassouras partindo do Rio de Janeiro?

O município de Vassouras está localizado a 120km do Rio de Janeiro e a melhor maneira de acessá-lo é de carro.

O deslocamento entre as duas cidades dura cerca de 2h30min e é feito, majoritariamente,  através da Via Dutra (BR 116).

Apesar de, hoje em dia, muita gente optar por aplicativos com GPS, o caminho é bem sinalizado. Após o pedágio pela saída 112, basta seguir pela RJ 127 em direção a Paracambi, passando por Paulo de Frontin e Mendes. Não tem como errar!

Deslocamentos em Vassouras e região

Naturalmente que o ideal é ter um carro para facilitar os deslocamentos entre os pontos turísticos fora do centro histórico de Vassouras.

Entretanto, se você chegar à cidade utilizando-se de transporte público, poderá se locomover utilizando os sistemas de aplicativos das empresas 99 e Uber.

Agradecimentos

Momentos de crises, muitas vezes, servem para mostrar o melhor e o pior de cada um. Chegamos a Vassouras e, menos de uma hora depois, soubemos que o CerVas – o festival para o qual havíamos sido convidadas – havia sido cancelado por conta da pandemia de Coronavírus. Consequentemente, a Press Trip da qual fazíamos parte também havia sido comprometida.

Entretanto, o pessoal da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo e os empresários e profissionais voltados ao Turismo não pouparam esforços para que nossa estadia na cidade fosse o menos impactada possível.

De modo que, meus sinceros agradecimentos vão ao time nota dez, cuja acolhida e disponibilidade foram fundamentais para a rica experiência vivida em Vassouras e região:

  • Sr. Wanderson Farias – Secretário da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Vassouras;
  • Sr. José Junior – Subsecretário da da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Vassouras;
  • Sr. Nelinho Carvalheira – proprietário da Fazenda e Alambique União Carvalheira;
  • O casal Ernani e Andressa Galerani – proprietários da Hotel Fazenda Ribeirão;
  • Anaterra Ruiz e Marcos Paulo Santos Martins – guias do Jardim Ecológico Uaná Etê;
  • Andréia Pit – uma guia turística excepcional e figura cativante do município de Vassouras;
  • Rodrigo Arruda – nosso “fiel escudeiro” e companheiro durante a visita a Vassouras e região.

Finalmente, que eu não poderia deixar de expressar meu afeto e agradecimento às blogueiras de viagem Olivia Souza Cruz – que organizou nossa ida para Vassouras – e Daniela Cascardo. Ambas, divertidíssimas companheiras em muitos destinos e amigas em todas as horas.

A acomodação perfeita para a sua viagem, você encontra aqui:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *