Sem Comentários

Le Jardin Parque de Lavanda foi uma grata surpresa durante minha última viagem realizada à Serra Gaúcha. A atração, que combina um charmoso bistrô, uma linda loja de cosméticos à base de lavanda e mais de 200 espécies de plantas espalhadas pelo imenso jardim, encanta logo na chegada!

Situado na entrada da cidade de Gramado , o Le Jardin Parque de Lavanda possui uma fachada até de certa forma discreta. Porém, que esconde um verdadeiro tesouro multicor por trás de seus portões de acesso.

Apesar de estar aberto ao público em geral, o Le Jardin Parque de Lavanda é uma propriedade particular  e tem uma história que merece ser contada.

Um carioca com dom para jardinagem

Um belo dia, Jorge, um autêntico carioca da gema e criado na Zona Sul do Rio, fez uma viagem à Europa e voltou com um pacote de sementes.

Na época, ainda não havia problemas ou proibições com importação de espécies vegetais. Acho que nascia aí a sementinha de um projeto futuro.

Anos mais tarde, o filho de jornalistas já formado em Direito, decidiu comprar uma fábrica de calçados em Porto Alegre. E, como muitos porto-alegrenses, adquiriu uma casa de veraneio na Serra Gaúcha.

Um tempo depois, a crise econômica causada pelo desastroso Plano Collor acabou com os planos do carioca empreendedor e só lhe restou a possibilidade de explorar – comercialmente – sua linda propriedade da Serra.

De modo que, antes de se tornar a estrutura que hoje pode ser visitada, a propriedade abrigou uma casa de chá e um restaurante, que acabaram não dando certo.

Começar de novo…

Como a vida é feita de desilusões e despedidas mas, também, é feita de esperança e novos objetivos, foi durante uma viagem ao Havaí, a fim de se despedir de um grande amigo que estava à beira da morte, que ele visitou um lavandário e voltou de lá com a ideia de transformar a sua propriedade de 5 hectares em um parque de lavanda.

O parque ficou aberto ao público sem cobrança de ingresso por 12 anos. Contudo, foi necessário implantar um valor módico para a entrada, já que as pessoas estavam achando que o parque era de todos… e daí, já viu, né? O lindo parque corria o risco de virar “terra de ninguém”.

Brincadeirinha… mas o fato é que foi preciso estabelecer algumas regrinhas para a visitação e, assim, garantir a integridade e bom funcionamento do Le Jardin Parque de Lavanda.

Quem contou esta linda história de investimento pessoal e superação foi o Vinícius Balzaretti, gerente do parque e nosso anfitrião durante parte da visita.

Le Jardin Parque de Lavanda

É importante que se ressalte que, apesar do nome sugestivo, o Le Jardin Parque de Lavanda não é um lavandário.

O complexo é muito mais do que isso: é um espaço onde a Gastronomia, a Arte de cultivar flores e de elaborar produtos à base de óleos essenciais de flores convida o visitante à contemplação e ao relaxamento.

Assim, você pode aproveitar sua visita da maneira que julgar mais conveniente. Uma coisa é certa: é impossível não querer apenas apreciar a linda paisagem, confortavelmente instalado em um dos bancos liláses espalhados pelos jardins suspensos.

Ou tirar um monte de fotos em frente ao gracioso coreto!

Ou ainda, sentar-se para um café demorado no charmoso bistrô que oferece, entre suas delícias, um apfelstrudel (a famosa torta alemã), mas que no Le Jardin Parque de Lavanda tem uma receita exclusiva que mescla o recheio tradicional francês com a massa austríaca.

Uma perdição que não pude conferir porque fiquei tão encantada com os campos de flores que, quando dei por mim, meu grupo já estava prestes a ir embora!…

Fica pra próxima, pois o Le Jardin Parque de Lavanda é um daqueles lugares que merecem um repeteco.

Infraestrutura do Le Jardin Parque de Lavanda

O belíssimo jardim abriga plantas exóticas e espécies inéditas de lavanda no Brasil. Aliás, como a floração da lavanda ocorre – principalmente – entre os meses de outubro a dezembro, não há garantia de que você poderá apreciar os campos cobertos de florezinhas cheirosas.

Assim estavam os pés de lavanda, ainda sem a floração.

Porém, certamente você verá outras flores, pois existem mais de 200 espécies de plantas espalhadas pelo parque.

Eu, mesma, não consegui ver lavanda, mas fiquei feliz em poder conferir os campos repletos de lindas margaridas.

Além do pequeno e elegante bistrô, que havia sido inaugurado há menos de um mês na ocasião da nossa visita, há também uma loja temática que enlouquece qualquer cidadã! Ou cidadão, é claro…

Além dos produtos feitos a partir do óleo essencial da flor, há uma infinidade de presentes e artigos para decoração.

E, finalmente, há uma seção com estufas, onde são produzidas as mudas de lavanda e outras plantas, que serão utilizadas no parque ou que estarão à venda para os visitantes.

Como chegar ao Le Jardin Parque de Lavanda?

O parque está localizado no número 37.700 da Rodovia RS 115.

Se você quiser ir com carro próprio ou alugado, há um estacionamento grátis para visitantes.

Entretanto, o parque faz parte do itinerário do Bustour (é a parada 27).

Para os mais esportivos, vale até pedalar até lá. A bike do parque, entretanto, é só para uma foto fofura!

Informações importantes

O Le Jardin Parque de Lavanda funciona de terça a domingo sempre de 9:30 às 17:30. Contudo, as estufas e o bistrô só ficam abertos até às 17:00.

O ingresso tem preço único de R$10,00. Porém, crianças menores de 7 anos têm gratuidade garantida. Aliás, tem uma casinha de bonecas muito fofa para o público infantil!

Para maiores informações ou para agendamento de grupos, você pode ligar para o telefone (54) 3286-4280.

Pode, também, mandar uma mensagem por WhatsApp para o número (54) 984-327562.

Piqueniques não são permitidos no Le Jardin Parque de Lavanda.

Grupos com 12 pessoas ou mais devem agendar a visita.

Ensaios fotográficos só são permitidos mediante autorização prévia.

Por se tratar de uma atração quase que totalmente ao ar livre, não é um passeio recomendado em dias chuvosos.

Agradecimentos

A visita ao Le Jardin Parque de Lavanda fez parte do roteiro da primeira viagem do projeto Mulheres Mundo Afora, em que blogueiras de diferentes idades e estilos de vida se reúnem para conhecer um determinado destino.

O projeto contou com o apoio da Secretaria de Turismo de Canela, do nosso parceiro comercial Passagens Promo e de empresários da região da Serra Gaúcha.

Importante ressaltar que, apesar da cortesia, todas as impressões e opiniões expressam, genuinamente, a minha experiência.

Outros olhares

Confira, também, as impressões das outras blogueiras que participaram desta experiência:

Olívia Souza Cruz – Olívia Garimpando Por Aí (idealizadora do projeto)

Julia Sampaio – Fora da Toca

Denise Barreto – Chicas Lokas na Estrada

Daniela Cascardo – Viajando com Daniela Cascardo

Ana Morize – Viagens Bacanas

A acomodação perfeita para a sua viagem, você encontra aqui:

Compre seus ingressos em Português e sem complicação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: