Sem Comentários

Het Binnenhof, a bela construção no centro de Haia, abriga o parlamento holandês. O complexo é aberto à visitação e encanta os visitantes, seja pela importância política de suas instituições ou pela incrível arquitetura do lugar.

Apesar de Amsterdã ser a capital do país e, certamente, a cidade holandesa mais badalada e procurada por turistas do mundo inteiro, é em Haia que se concentra a base política do país.

Het Binnenhof: a casa do parlamento holandês

A Holanda é uma monarquia constitucional com um sistema parlamentar de governo. Isso significa que o rei ou a rainha possui a posição de Chefe de Estado estabelecida na Constituição.

Entretanto, cabe ao parlamento a elaboração das leis e grande parte da tomada de decisões que regem o país.

Het Binnenhof, o coração da política holandesa, localiza-se no centro da bela Haia. Para quem está apenas de passagem, pode parecer apenas mais uma das inúmeras construções exuberantes da Holanda.

Contudo é neste complexo, que mescla a beleza das edificações seculares com a moderna arquitetura holandesa, que os rumos de uma sociedade altamente organizada são discutidos.

Ali estão concentradas a Tweede Kamer e a Eerste Kamer, responsáveis pela elaboração e aprovação das leis que regem o país.

Parlamento holandês: como é a divisão de poderes?

Veja, eu não tenho aqui nenhuma pretensão de me aprofundar no assunto, até porquê política não é o meu forte. A ideia é só dar uma base pra você aproveitar melhor a sua visita, tudo bem?

O parlamento holandês é composto por duas câmaras: a Eerste Kamer e a Tweede Kamer. A Tweede Kamer (tradução livre: Segunda Câmara ou Câmara Baixa) compreende 150 membros, eleitos de quatro em quatro anos. Pode-se dizer que a instituição é equivalente ao nosso Congresso Nacional.

A Eerste Kamer (tradução livre: Primeira Câmara ou Câmara Alta) compreende 75 membros e compara-se ao nosso Senado.

Ao rei ou à rainha, dependendo da linha de sucessão, cabe a função de formar o gabinete e escolher os seus ministros.

Desde 2013, após a abdicação da rainha Beatrix em favor do filho, é Willem-Alexander o monarca regente.

Créditos da foto: Pixabay

Em suma, a monarquia e o parlamento trabalham harmoniosamente com papeis distintos e, ao mesmo tempo, complementares.

Como visitar o parlamento holandês?

A melhor forma de visitar o parlamento holandês é participando de um tour guiado. É certo que o Binnenhof, que abriga o Ridderzaal e a Eerste Kamer, tem parte de sua estrutura aberta e, que inclusive, serve de passagem para encurtar caminhos.

Este lindo portal que fica bem ao lado do Mauritshuis é uma das entradas para o Binnenhof.

Além disso, qualquer cidadão pode dirigir-se ao prédio da Tweede Kamer e pedir para participar de uma sessão solene, a qualquer momento em que elas estejam ocorrendo.

Não é preciso agendar nem pagar. Basta passar pelo controle de segurança (bem parecido com os dos aeroportos) e dirigir-se a um salão parecido com o nosso plenário.

Entretanto, apenas uma visita guiada lhe dará a chance de entrar em alguns ambientes. Além disso, visitar com as explicações de um guia garantem a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre o sistema de governo holandês.

O parlamento holandês e o passo a passo da visita

A visita começa invariavelmente na recepção da ProDemos House of Democracy and the Rule of Law ou, simplesmente, ProDemos. Trata-se de uma organização parcialmente subsidiada pelo governo holandês, cujo objetivo é propiciar informação aos cidadãos e encorajá-los a ter uma participação ativa na política do país.

Existem 3 tipos de tour. Entretanto, vou me ater ao mais completo, que foi o que eu fiz. O nome do tour é looooongo, mas eu vou explicar parte por parte. Além disso, peguei a versão do nome em Inglês, pra assustar menos… hehe! 😉

Tour to the Hall of Knights and both Parliament Buildings:

House of Representatives and Dutch Senate

Tá, beleza! O nome do tour é pomposo. Mas, agora vamos ao que interessa: a sequência. O tour começa na recepção do Centro de Visitantes da ProDemos, que fica bem ao lado do Café e Brasserie Dudok, no centro de Haia.

Após as boas-vindas e a entrega dos crachás, o grupo se dirige para a entrada do Binnenhof, que fica bem do outro lado da rua. Dali em diante, o tour começa oficialmente.

O tour é sempre em Inglês ou Holandês (cheque a viabilidade no site, antes de optar por um deles).

Contudo, a ProDemos dispõe de audio-guides em Inglês, Espanhol, Francês, Italiano e Alemão.

Primeira parada: Ridderzaal ou Hall of Knights

Bem, normalmente o melhor da visita fica sempre pro final, mas neste tour acontece exatamente o contrário. A cereja do bolo já é degustada logo de cara. Pelo menos pra mim, que sou doida por uma casa velha construção antiga.

O Ridderzaal (tradução livre: Salão dos Cavaleiros), a bela construção que pertenceu a condes da Holanda, que já serviu de acomodação durante caçadas (daí o nome) e até de tribunal, já encanta pela fachada.

Confesso: morei por 3 anos na cidade e sempre me deslumbrava ao passar por lá. Pois bem: o interior é igualmente impressionante.

Assim que você entra, há uma linda e gigantesca coleção de carruagens, cavalos e cavaleiros em miniatura. Entretanto, ali é apenas um saguão.

O melhor ainda está por vir: um lindo salão, que conta com o trono de onde o rei Willem-Alexander faz seu discurso anual, anunciando o orçamento para o próximo ano.

Aliás, o belo trono foi desenhado pelo renomado arquiteto Pierre Cuypers, o mesmo que projetou a estação central de Amsterdã e o Rijksmuseum.

Este dia, chamado de Prinsjesdag (tradução livre: Dia do Pequeno Príncipe), ocorre sempre na terceira terça-feira do mês de setembro e a cidade se enche de festa.

É uma ótima oportunidade para ir até o Binnenhof, pois membros da monarquia e políticos chegarão para o evento em grande estilo.

O rei Willem-Alexander e a rainha Máxima chegam ao Ridderzaal de Gouden Koets, uma linda carruagem dourada. O rei, então, discursa sentado no belo trono, que é o grande destaque do ambiente.

E toda a solenidade é transmitida ao vivo em rede nacional. Além disso, meros plebeus também podem se inscrever para participar do evento.

O duro é a fila de espera, que pode chegar a 50 anos. Pelo menos, foi o que a guia explicou no dia da visita.

Mas, ainda que você fique do lado de fora do Ridderzaal, é um acontecimento muito especial. Afinal, não é todo dia que será possível ver os monarcas holandeses passando pertinho de você.

Segunda parada: Eerste Kamer

Logo após a visita ao Ridderzaal, o grupo se dirige para a parte antiga do complexo, onde fica a Eerste Kamer, ou melhor dizendo, o Senado holandês.

Com decoração imponente, mobiliário em veludo verde e grandes pinturas, o ambiente se impõe por sua austeridade e importância.

Última parada: Tweede Kamer

O que mais impacta assim que se entra no edifício onde está localizada a Tweede Kamer é a arquitetura moderna em contraste com a antiga que havia sido visitada até ali.

É como se houvesse uma mensagem oculta dizendo que a Holanda mantém as bases sólidas de seu passado, mas direciona seus olhos para o futuro.

O mais interessante de tudo, é que as duas edificações formam um todo complementar e harmonioso, tanto na composição das ideias quanto em suas linhas arquitetônicas.

Por se tratar de um ambiente em que grandes questões são discutidas, não é permitido fotografar ou filmar as sessões dos membros da Tweede Kamer.

Que pena: do contrário, eu teria fotografado o primeiro-ministro Mark Rutte em pleno dia de trabalho.

Mesmo sem fotos e sem entender tudo o que era falado, achei a maior curtição sentar em uma das poltronas destinadas ao público em geral e conferir um pouco a rotina dos parlamentares.

Informações práticas para a sua visita

Dias e horários

As atividades variam de acordo com os horários e os dias da semana. Entretanto, aos domingos não há expediente. Para checar informações mais atualizadas, convém consultar o calendário do site da Prodemos.

Ingressos

Os ingressos podem ser comprados antecipadamente pelo site da ProDemos ou diretamente no Centro de Visitantes da instituição.

Os preços variam de acordo com a escolha do visitante e vão de €5.50 a €11.00, dependendo do tour escolhido.

Mas, atenção antes de comprar seu ingresso: o Ridderzaal não é indicado para pessoas com mobilidade reduzida, pois não conta com elevadores ou rampas de acesso. Apenas escadas.

Controle de segurança

Tanto na Eerste Kamer quanto na Tweede Kamer, há controle de segurança. O primeiro é menos restrito: bolsas e mochilas devem ser deixadas em um guarda-volumes (gratuito).

O segundo tem uma segurança bem mais rígida: os visitantes têm que passar por detectores de metal e os pertences têm que passar pela esteira de segurança.

Além disso, após o controle de segurança, todos os pertences devem ser depositados em um guarda-volumes (gratuito).

Documento de identificação

Para participar de qualquer uma das modalidades de tour é necessário apresentar um documento de identificação com foto.

Haia é a sede do poder holandês

Se você quiser esticar sua visita mantendo o mesmo tema, dá pra fazer uns combinados bem legais. Você tem, pelo menos, outras duas boas opções em Haia.

A primeira é o Gevangenpoort, sobre o qual eu já falei em outro post aqui do blog. Trata-se de uma antiga prisão, que hoje também está aberta à visitação guiada. Eu fiz o tour e, simplesmente, amei!

A vantagem de combinar os dois é que basta atravessar a rua, pois o Gevangenpoort fica exatamente em frente a uma das entradas do Binnenhof.

Outro tour imperdível é o que acontece, em alguns finais de semana, no interior do Palácio da Paz.

Mundialmente conhecido por ser a sede do Direito Internacional, o imponente palácio, certamente, merece uma visita.

Créditos da foto: Virgínia van Gessel.

Entretanto, eles não ficam muito próximos um do outro. Porém, para quem gosta de caminhar, é um trajeto bem bonito e que passa pelo Noordeinde Palace, onde o rei Willem-Alexander trabalha.

Uma boa alternativa para poupar as pernas é você pegar o tram de número 1 com destino a Scheveningen.

O  ponto do tram fica quase em frente ao Gevangenpoort e você desce bem em frente ao Palácio da Paz. Programão!

Haia e suas múltiplas opções de lazer

Assim como já falei em outros posts, eu sou completamente apaixonada pela Holanda e tenho um carinho todo especial por Haia. A cidade, além de culta e bela, oferece uma gama enorme de atividades para todos os gostos, idades e bolsos. Então, eu convido você a dar uma espiada aqui no blog pra conhecer os outros atrativos que Haia tem a oferecer.

Referências e fontes:

https://www.houseofrepresentatives.nl/services-public/visit-house-representatives

https://www.holland.com/global/tourism/destinations/the-hague/het-binnenhof.htm

https://en.wikipedia.org/wiki/Ridderzaal

https://en.wikipedia.org/wiki/Binnenhof

https://www.holland.com/br/turismo/informacoes/a-monarquia-constitucional.htm

https://en.wikipedia.org/wiki/Politics_of_the_Netherlands

https://pt.wikipedia.org/wiki/Política_dos_Países_Baixos

 

A acomodação perfeita para a sua viagem, você encontra aqui:

Compre seus ingressos em Português e sem complicação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: