Se você já esteve em uma das grandes cidades holandesas, certamente, já teve a oportunidade de andar de tram, um veículo de transporte público muito popular e confortável, que a maioria dos brasileiros conhece como “bonde”. Mas será que você já parou pra pensar que ele pode ter outras funções?

Um belo dia, eu passeando pelo centro de Haia, vi um tram super diferente e fiquei curiosa pra saber do que se tratava. Comentei sobre ele com uma amiga e ela disse que já conhecia. Tratava-se, nada mais nada menos, de um restaurante “itinerante”… muito original, né?

Nas grandes cidades da Holanda, o transporte sobre trilhos é bastante utilizado. Quem já andou pelas ruas de Amsterdã, Roterdã ou Haia, com certeza, já viu passar dezenas de trams (aqueles bondes com cara de antiguinhos, alguns moderninhos, alguns cobertos de propagandas, alguns vermelhos etc). Eles circulam por ruas largas ou estreitas, disputando espaço com carros, ciclistas e pedestres…

Pois não é que um holandês teve a criativa ideia de comprar um desses trams e transformá-lo em um restaurante em movimento? Uma proposta bem interessante. Primeiro, porque você já embarca no centro da cidade, em frente a um dos belíssimos pontos turísticos locais: a Grote Kerk (traduzindo: Grote= grande; Kerk= igreja). Então, você pode chegar antes e aproveitar para visitá-la.

Segundo, porque saboreia uma seleção de pratos criados pelo chef Pierre Wind, autor de livros de culinária e apresentador de programa na TV holandesa. E, finalmente, porque o trajeto do tram foi planejado para passar em frente a alguns pontos turísticos, como a estação de trem Hollandse Spoor (a mais antiga da cidade – 1843), o Pálacio da Paz, as elegantes ruas Lange Voorhout e Hofvijver e os tradicionais bairros de Statenkwartier e Scheveningen.

O jantar dura cerca de 2 horas e 15 minutos e tem preço fixo, incluindo Prosecco no início do percurso e os vinhos que acompanham os pratos.

A reserva deve ser feita pelo website e só há duas opções de mesa: para duas ou quatro pessoas. Caso você queira no final de semana, deve fazê-lo com muita antecedência. Para você ter uma ideia, fizemos dois meses antes do evento, pois queríamos em um sábado. Nem preciso dizer que pontualidade é fundamental, então procure chegar uns minutinhos antes do horário combinado.

Sente-se, relaxe, curta o passeio, a comida e deixe-se contagiar pela alegria e curiosidade das pessoas que acenam nas ruas para quem está no tram! ​

Categorias: Holanda

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *