Sem Comentários

Hoje fui conferir o evento que marca o início da temporada das tulipas aqui na Holanda, conhecido como o Dia Nacional da Tulipa. A ocasião é uma iniciativa dos produtores holandeses, que trazem para praça Dam, em Amsterdã, nada menos do que dez mil tulipas (com bulbo e tudo!) e com elas formam um grande “jardim” em frente ao Palácio Real.

A movimentação começa logo cedo, com o preparo do espaço. Tudo é montado em um único dia e o evento é programado para durar apenas algumas horas. Há uma pequena plataforma, de onde os fotógrafos credenciados podem pegar os melhores ângulos – e que até certo horário fica liberada para todos – e sob a qual funciona a porta de entrada.

Toda a praça é cercada por estruturas de metal, de onde centenas de pessoas podem acompanhar a movimentação, caso só queiram observar. Quem quer participar levando flores para casa, deve entrar em uma fila que dará acesso à parte de dentro do círculo.

Quando eu cheguei à praça, por volta de 11:30 da manhã, uma pequena fila já estava formada – e ocupando o primeiro lugar estava um animado grupo de estudantes brasileiros. Eles já estavam esperando a cerca de duas horas para ter o privilégio de ser os primeiros a prestigiar o evento!

O evento todo é super organizado. Na fila, há distribuição de sacolinhas plásticas e os visitantes são orientados a pegar no máximo 20 flores. Claro que é impossível haver uma contagem na saída e obedecer ao estipulado (ou não) fica a critério de cada um.

O fato é que ouvi muita gente contando as unidades que pegava, a fim de não passar do limite. Assim como vi, também, gente saindo de lá com muito mais do que o estipulado… tem de tudo. Cada um age de acordo com a sua consciência (ou a falta dela!).

Mas, independentemente do tamanho da sacola de cada um, tudo transcorreu na mais absoluta harmonia, com muita calma e tolerância para as mil e uma fotos e paradas para contemplar as maravilhosas tulipas. Tudo isso embalado por uma animada banda de instrumentos de sopro e sob os olhares atentos dos voluntários que faziam questão de orientar as pessoas com relação a como evitar tumulto na hora da “colheita”.

Bem, eu saí de lá com a sensação de ter feito parte de um evento típico local. Lógico que teria compensado mais ir comprar dois buquês de tulipas no mercado do que pagar pelo trem e me deslocar até lá… mas acho que mais importante do que voltar para casa com as flores, é aproveitar que moro aqui para curtir coisas simples e me integrar à cultura local.

Neste sentido, achei muito válida a experiência. Havia, sim, muitos turistas…afinal, é Amsterdã! Porém, havia grupos de senhorinhas locais, casais idosos, famílias com crianças… gente de todas as idades e interesses. Havia, também, cadeirantes, que circulavam por lá sem o menor problema de locomoção. Um evento super democrático!

E apesar de a temperatura estar bem baixa, com sensação térmica abaixo de zero, o dia estava seco, ensolarado e Amsterdã estava belíssima, como sempre! Um dia para guardar nas minhas melhores lembranças… um dia para reafirmar meu amor por esse lindo país.

Agradeço a participação especial do alegre grupo, que contribuiu para que meu post ficasse mais legal!

Gostou dessa grande festa e quer entrar no clima para 2017?

Então, saca só o filminho que eu fiz por lá… você já sabe o meu estilo: eu não ensaio, não edito, mexo o celular pra caramba enquanto filmo (ele tem que acompanhar meus olhos inquietos!), mas o importante é pegar a energia do momento… Filmes de qualidade, eu deixo para quem entende do assunto!…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

< ?php include_once("analyticstracking.php") ?>